25 de nov de 2011

Janela aberta.


imagem: weheartit


Café frio, coração vazio.


Eu vou me sentir bem. Sem você, só a bebida amarga que adoça a minha frieza. Gélida saudade do que você poderia ser. Do que, como essa fumaça, voa para bem longe. Mas deixa o aroma da solidão nos meus cabelos. Sozinhos, sentindo a falta do carinho que nunca receberam. Das mãos que sempre foram frias, como o líquido negro desta xícara que seguro em minhas mãos trêmulas.

...

Inconstância exteriorizada.


by Rachel Nunes*




                                                              

6 de nov de 2011

Tudo bem

imagem: weheartit


Nuvem no céu é temporária.
Às vezes não parece,
Mas o sol sempre aparece.

É que nos acostumamos com o "blackout" dos sentimentos felizes.
Mas o claro sempre está disponível
Para meros olhares mortais.

Sempre está lá.
Longe,
Do seu lado, 
Dentro.

No âmago ou amargo da verdade, 
Na neblina que esconde o mal,
O painel no teto estampa o branco
Da paz, recomeço ou vírgula.


by Rachel Nunes