30 de jul de 2012

Repetição



imagem: weheartit


Continua a cantar.
Custa a quebrar.

Carina custou a desistir.
No dia decisivo
O fato perdeu o faro.

Ao pé da janela 
Coração apunhalado por um caco - 
Pequeno pedaço 
De um frasco fraco
 De alguma bebida dura.

Dura vida que em fumaça desaparece...

E não é que parece mesmo!
O que pára é o mesmo que canta?

E ali ainda ecoa
Num canto da sala
O mesmo canto de sempre:

Três passadas, dois suspiros, um solo.

by Rachel Nunes*

13 de jul de 2012

Das certezas

imagem: weheartit


Parece até que o impossível pode mudar.
Parece até que o abismo é o mesmo lugar:
Uma areia molhada, dois pés que afundam.

Parece até que a brisa nunca morre.
Que a chuva é a contínua sorte.

Parece até que a carne é sincera.
Que a primavera nunca congela.

Parece até que a ventania é distante.
Que a vida não passa de um caminho errante.

Parece até que a estrada é deserta.
Que a saída é uma porta aberta.



Tudo parece muito certo, limpo e fácil,
Quando quem abre os olhos é o tão conhecido, o hábil,
O mais perfeito, o estranho,
O doce mar, o desengano.


by Rachel Nunes*